Hôtel des 3 Vallées

  • Produits Locaux Courchevel
  • détails déco hotel
  • producteurs locaux fromages
  • Paysage Montagne
  • Paysage Montagne

Vínculo local

Parte indissociável da história de Courchevel, o Hôtel des 3 Vallées cultiva raízes íntimas com os atores desta estação, que são seus melhores embaixadores. Carpinteiros, produtores de queijo, guias, designers, esportistas profissionais… uma estadia no Hôtel des 3 Vallées é também a oportunidade de descobrir a alma desta estação mítica. São homens e mulheres apegados ao seu território, orgulhosos do seu know-how e de sua história. Um convite para viajar, tão revelador da alma desta casa e verdadeira assinatura de um grupo todo: Les Hôtels d' en Haut.

As Caves de Maturação da Saboia

No coração das montanhas da Savoie, em Rognaix, dezenas de metros de galerias subterrâneas transformadas em caves (adegas) de maturação servem de abrigo para mais de 80 variedades de queijos das regiões da Savoie (Bauges, Tarentaise e Val d'Arly). A 65 metros dentro de uma falésia, o Beaufort e as Tommes estagiam alguns dias ou longos meses a 13°C, nas condições de maturação ideais e naturais. Nesta galerias, nas quais a taxa hidrométrica é de 95%, os queijos amadurecem no seu ritmo e no das estações. O produtor, um dos últimos do território DOP (Denominação de Origem Protegida) de Beaufort, trabalha com uma equipe local de quarenta pessoas, para entregar suas maiores riquezas ao Alpaga: a alma de toda uma região, enaltecida pelo trabalho delicado e rigoroso dos homens.   

Thierry e Amélie, a equipe antichoques

Thierry Lauvernet é  profissional de saúde osteopata de Val Thorens. Ele atende em seu consultório e trabalha em dupla com Amélie Pillot, que se desloca para atender os clientes dos hotéis Hôtels d'En Haut no local, quando alguém se machuca. "Nossa atividade é a traumatologia do esporte. Nós curamos as torções de joelho, as costas travadas, as quedas anormais..." São 25.000 leitos em Val Thorens na alta estação… com uma visão ampla do tema "recuperação", já que Thierry é também encarregado de 15 spas na França, inclusive os do Grupo. "Gerencio os Spas dos Hôtels d'En Haut respeitando suas especificações e tirando o melhor de cada local". Massagens, tratamentos, descontração, recuperação, Thierry é imprescindível para o sucesso das férias na montanha. Independentemente de  precisarmos dele ou não, é muito bom saber que ele está aí e que podemos contar com ele!

Sulivan Cornu,  homem das montanhas, mas não só…

"Eu nasci nas alturas", conta Sulivan, que vive no ritmo das estações, nestas montanhas que o acompanham desde o que nasceu. No inverno, ele escala os postes para fazer manutenção e verificar o estado de funcionamento das telecadeiras, teleféricos e telesquis de sua estação. Ele conhece Val Thorens de cor e não poderia viver sem suas longas caminhadas solitárias no inverno. Mas esse homem das montanhas consegue descer durante 7 meses do ano para dirigir as obras na BTTP, a empresa que supervisionou a restruturação de 3 dos hotéis do grupo: o Val Thorens, o Fitz Roy e o Les 3 Vallées. "É muita sorte poder trabalhar para o Les Hôtels d'En Haut. São hotéis magníficos. E, ainda que nosso trabalho seja invisível, quando chegam os primeiros clientes, ficamos sempre muito orgulhosos do que foi realizado. Este ano, numa nova colaboração com Les Hôtels d'en Haut, seremos os responsáveis pela renovação do Roches Rouges, em Saint-Raphaël, no litoral do Mediterrâneo. É uma outra aventura, longe da montanha, em um ambiente natural igualmente excepcional."

 

 

 

História de uma mobília

Nos anos 50, arquitetos e designers inventaram o "art de vivre à la montagne" ("estilo de vida na montanha"). A mobília histórica do Hôtel des 3 Vallées guarda o registro desta história íntima entre os artistas e a montanha. Jean Prouvé é o autor de todas as poltronas da entrada e do banco Marcoule; Charlotte Perriand criou os banquinhos do lobby; e Pierre Chapo criou o emblemático sofá DS600 e a mesa Œil. O banco e as poltronas George Nelson foram realizadas para os chalés de montanha, assim como todas as mesas baixas pretas e brancas, criadas para a estação de Flaine. Pierre Paulin, Florence Knoll, Marco Zanuso e Geneviève Dangles são outros grandes nomes do design que pode ser encontrado no Hôtel des 3 Vallées, conferindo-lhe esta alma tão peculiar, convidativa e cheia de vida.  

  

Léon Rey: todos os queijos

Léon Rey é um estabelecimento familiar que fornece seus queijos para os Hôtels d’en Haut, além de seu creme de leite e seus laticínios. Selecionados entre pequenos produtores e produtores de Savoie e da Haute Savoie, todos estes produtos são "do terroir", ou seja, provenientes de uma produção local, que respeita os gestos, receitas e saberes que fizeram sua reputação. Em alguns casos, os queijos são maturados nas próprias caves do produtor. Tomes, tome d’alpage de Megève, reblochons, beaufort, comté, Mont d’Or… todos estes nomes que, associados a boas batatas ou alguns toucinhos, fazem o mundo inteiro salivar.

ABCO, marceneiro sob medida

A madeira, material identitário e precioso, serve de suporte para os projetos de reforma conduzidos pelos Hôtels d'En Haut. Nicolas, marceneiro-chefe e empresário, dirige sua equipe de 6 pessoas e já participou de 4 obras do grupo. "Podemos fazer de tudo. Normalmente, fazemos aquilo que menos se vê. Dentro de um apartamento, tudo foi trabalhado por nós: portas, prateleiras, armários e muitas outras coisas, mas você não verá nada. Esta é a prova de que nosso trabalho foi bem feito!" Artesãos do invisível, apaixonados pela madeira, ABCO é uma pequena empresa local que trabalha de forma tradicional: "Para os Hôtels d'En Haut, trabalhamos segundo as regras da arte, mas o que nos interessa é que em cada trabalho possamos encontrar novos desafios, sendo convidados a inovar e explorar novos materiais. É o caso, por exemplo, do Roches Rouges, onde vamos trabalhar com a trama cannage e a tela de juta. Esta diversidade nos leva cada vez mais longe e é isso que apreciamos.”